domingo, 25 de abril de 2010

Sob o sol da Toscana e alguma chuva também


Aqui passei dias felizes. Sol. chuva, frio, calor, teve de tudo.
Revi amigas, fiz novas amizades, vi lindas paisagens, admirei obras de arte.
Lucca, Pisa, Viareggio, Firenze: caminhadas e mais caminhadas.







As pessoas que conheci me contaram historias, todas de luta, garra, determinação, vitorias.
Agora, enquanto me preparo para encontrar os amigos de Brasília em Roma, lembro da minha expectativa e dos preparativos para esta viagem. Deu tudo certo, tenho aprendido muito. A sensação de possibilidades me acompanha sempre e, há dois dias, quando os trens entraram em greve, refiz meu planejamento usando ônibus. Funcionou direitinho!



Sempre que possível, parava para fotografar essas flores que batizei de "amarelinhas", que estão em toda parte. Canteiros extensos, verdadeiros lençois amarelos cobrindo a terra.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Onze dias na Italia





Desde o dia em que cheguei, ja foram muitas emoçoes. Desde o extravio da mala e seu final feliz tres dias depois, passando pelo passeio de Gondola em Veneza, os maravilhosos jardins do Castelo de Sissi, a inesperada visita a Lubiana, o acolhimento do simpatico casal Laura e Gianni , a visita ao Lago em Luncenigo, o arrepio ao molhar os pes no gelado Mar Adriatico em Grado. Muita, muita coisa.

Cheguei com um plano flexivel, e fui mudando aos pooucos. Sem estar na casa dos amigos Gilson e Marko, dificilmente eu conheceria esta regiao,ja que o normal eh, como fiz nas duas vezes em que estive na Italia, ir ate Veneza e voltar. Mas todas as lindas cidadezinhas do nordeste italiano merecem uma visita. As capitais europeias sao magnificas, mas as pequenas cidades com seus bosques, castelos e paisagens tranquilas, eh que nos levam de fato ao encantamento.

Aqui em Monfalcone onde estou, temos cozinhado muito, comida bem saudavel, como eh o habito dos moradores da casa. Assim, tenho me deliciado com cogumelos frescos, verduras crocantes e frutas maravilhosas. Somando com as caminhadas que fazemos,percebo com alegria que as roupas estao ateh meio folgadinhas...

Hoje, como o passeio seria para um lugar onde ja fui, fiquei em casa para me organizar, afinal sao onze dias de passeios diarios...

A minha ideia eh começar agora meu movimento em direçao a Roma, onde devo chegar no dia 25 para encontrar com meus queridos amigos. Fico imaginando a alegria deles todos...

Tenho uma amiga em Pisa e devo dar uma passada por lah. Tambem fiquei interessadissima no passeio no Lago de Como, perto de Milao. Com este objetivo me colocarei em movimento, deixando esta casa tao gostosa e aconchegante e os amigos que tao carinhosamente me acolheram-

Como eh mesmo a historia? Os barcos ficam mais seguros no porto, mas nao eh para isso que eles foram feitos...

Navegar eh preciso. Lah vou eu!

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Um dia na Eslovenia



Entre os paises que sonhava conhecer, nunca esteve a Eslovenia, apesar da proximidade com a Italia e meio do caminho para Praga, esta sim, uma das capitais dos meus sonhos. Mas, como um dos amigos que estah me hospedando (Marko) eh esloveno e trabalha ainda lah, surgiu o convite e eu nao recusei.Gilson teve a ideia: sairmos de Monfalcone pela manha, pegariamos Marko e fariamos um piquenique no Parque Tivoli, parque lindissimo no centro de Lubiana, a capital da Eslovenia.

Na vespera, preparamos o farnel: torta de cogumelos e alho poro, torta de frango com brocolis, bolo e frutas, cestinha e toalha xadrez. Uma farra! 

No caminho, o encantamento, cidazinhas minusculas, com nomes pitorescos. Cada uma mais linda que a outra. Zona rural, plantaçoes, vacas pastando, silencio, montanhas.


A cada curva, uma paisagem mais linda. Meus olhos estao se acostumando ao verde, ao azul, ao belo.


A temperatura, agradabilissima, so um ventinho frio de  vez em quando. O piquenique foi muito divertido, o parque eh lindo, enfim, deu tudo certo. Na parte da tarde fomos conhecer o lindo castelo de Lubiana e dar um passeio no Centro Historico. Adorei o Mercado das Flores, um verdadeiro encantamento.
As ruas, cheias de gente bonita, sao bem coloridas e cheias de lojinhas interessantes. O castelo eh maravilhoso, a vista do alto da torre, um delumbre. Ainda nao tem uma semana que cheguei e ja vi tanta coisa...o melhor eh que sempre num ritmo gostoso, me divertindo demais. Ainda estou decidindo o que vou fazer na proxima semana, mas pelo jeito, nao irei mais a Pisa, que jah conheço. Vou investir em lugares novos!


quarta-feira, 7 de abril de 2010

Na Italia - primeira semana

Aqui estou, apanhando um bocado do teclado italiano. Não encontro meus acentos, mas enfim, adaptação faz parte. Estou bem instalada, na casa dos amigos Gilson e Marko na cidade de Monfalcone, que fica a uma hora de Veneza. Na chegada, ainda no voo, conheci um gaúcho que passou uma boa parte do tempo preocupado com a bagagem, estava com receio de que a mala dele não chegasse. Procurei anima-lo, falei que eu já havia viajado inúmeras vezes e isso jamais acontecera comigo. Após a corridíssima escala em Lisboa e o embarque para Roma, nos encontramos de novo na esteira. Ele ainda aflito, preocupado com a mala. Eu, super tranquila, apesar de ter pouco menos de duas horas para  o novo embarque rumo a Veneza. Após uma espera razoável, a mala dele chegou. Pois è, a dele.

Como falei, em todos esses anos, jamais tive uma mala extraviada. Eu tinha pouco tempo antes do embarque para Veneza. Corri ao balcão, registrei minha reclamação, fui muito mal atendida por sinal. Só que tem uma coisa: quando saio de casa para viajar de férias, não deixo que nada me contamine, pois só o fato de estar viajando, já è muita coisa, alem disso, eu estaria em casa de amigos que com certeza dariam um jeito. Sei que muitas pessoas carregam junto na bagagem de mão uma muda de roupa para esses casos. Nunca fiz isso e nem agora acho que vou fazer.

Bem, três dias depois, minha mala chegou. Recebemos ligação do aeroporto de Veneza e cheguei la saltitando. Perguntei a simpática atendente se ela havia visto minha mala. Como ela respondeu que sim, perguntei se a mala estava bem, Ela respondeu que minha mala estava bonissima! Final feliz, peguei minha mala vermelha e a enchi de beijos!

Enquanto isso, fui usando as roupas dos amigos, pois num clima meio frio, ninguém repara mesmo no que você veste...



Já visitei um castelo, já estive em Veneza, já me encantei com tantas coisas...


Meus amigos são ótimos, me sinto muito bem acolhida. A casa deles esta sempre aberta, a cada dia conheço novas pessoas, italianos, brasileiros, todos muito legais. Passeamos, cozinhamos, damos muita risada juntos.

Amanha  irei conhecer a Eslovênia, que também fica pertinho e onde um dos meus amigos trabalha. Faremos um piquenique num parque. Estou adorando minhas férias pois além dos passeios, tenho tido tempo para ler e descansar. Hoje por exemplo, fiz uma caminhada num parque lindo. Acho que felicidade deve parecer com isso...