domingo, 25 de março de 2012

TPV ou tensão pré viagem

Eu adoro os momentos que antecedem uma viagem. A casa está um caos, a mala ainda não está pronta e ainda há muitas providências a serem tomadas. Mas, ah! como eu adoro tudo isto.

Não diria que é tensão, mas é uma ansiedade gostosa. No meu caso, justifica-se, pois mesmo já tendo conhecido alguns recantos do planeta, eu nunca estive antes nos Estados Unidos.
Motivos? Vários.
Houve um tempo em que era até politicamente correto não se ir lá. Mas tudo passa, claro e estes conceitos andam meio desbotados. Além disso, tratar os brasileiros bem virou estratégia americana, pois os gastos exorbitantes de alguns garantem muitos empregos e aquecem a economia. Bem, mas enfim, lá vou eu.
Estou indo sozinha e minha proposta é nos primeiros quinze dias, fazer um curso de inglês em Nova York. Um curso leve, só no turno da manhã. Descobri numa revista especializada em cursos no exterior um curso de inglês para maiores de cinquenta. Fiquei curiosa, pois o curso de inglês que fiz na Inglaterra era dominado pelos adolescentes. Sinceramente não pretendo repetir a experiência. No curso 50+, como eles chamam, além das aulas há uma programação cultural que tenho certeza será bem interessante. Junte-se a isso, a possibilidade de conhecer pessoas que de outra forma jamais cruzariam meu caminho. Pessoas, culturas, histórias. Não vejo a hora!

Depois de NY, estou praticamente decidida a ir para a Disney com o objetivo puro e simples de me sentir criança. Não lembro a última vez em que estive num parque de diversões e esse destino é muito mais que isso. A idéia de incluir a Disney no roteiro acrescentou um tom de leveza e alegria às minhas férias. Mickey, me aguarde.

Após esta aventura, vou para o Arizona, encontrar um amigo muito querido que inclusive foi meu professor de inglês em Salvador. Realizarei então um sonho, o de conhecer o Grand Canyon e arredores. Quem sabe não andarei nos bondinhos de San Francisco?

Todo o resto será construído aos poucos pois conhecerei novas pessoas e preciso me sentir com um mínimo de liberdade para aproveitar as sugestões e convites que surgirem. Claro que há outros lugares maravilhosos para conhecer na terra de Obama, mas, por enquanto, ainda sou uma pessoa que dispõe de períodos que giram em torno de um mês para meus deslocamentos. Mesmo assim, tenho certeza que muito verei, viverei e aproveitarei.
Faltam só cinco dias.