segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Sonhos não envelhecem

Estive na noite de 6 de outubro no show de Milton Nascimento.
Fechei assim com chave de ouro as comemorações do meu aniversário. Amo a voz dele e suas canções marcaram momentos marcantes da minha vida. Mas esse show, especificamente, tinha um não tão pequeno detalhe a mais.
 
 Nos anos 80 eu era simplesmente apaixonada por Wagner Tiso.
 Maestro, arranjador e pianista de praticamente todos os discos de Milton, na minha análise, ele era um dos homens mais lindos que eu já tinha visto na vida.
O tempo passou para todos, inclusive para ele e para mim.
Então num dia qualquer, aqui no CCBB Brasília, estou eu almoçando e percebo na mesa ao lado uma fisionomia familiar.
Era ele! Fiquei perplexa !
Ao alcance dos meus olhos, degustando um frango com batata bolinha estava ele.
Hoje um senhor de 67 anos, continua charmoso e interessante.
No dia seguinte fui vê-lo tocar no Clube do Choro e, ao final da apresentação, numa atitude simpática, ele permaneceu na porta cumprimentando os que quiseram.
Ah, me senti uma adolescente resgatando uma paixão antiga...
 

 Milton Nascimento me perdoe, mas ontem, em vários momentos do show,
eu ouvia sua linda voz, mas meus olhos estavam fixos no cantinho onde, ao piano, com a maestria de sempre, meu galã provava " que sonhos não envelhecem " .
Obrigado Maestro, essa constatação foi um lindo presente de aniversário!